Gabriel o Pensador – Até Quando?

Anúncios

Os eunucos

Os eunucos
(José Afonso)

Os eunucos devoram-se a si mesmos
Não mudam de uniforme, são venais
E quando os mais são feitos em torresmos
Defendem os tiranos contra os pais

Em tudo são verdugos mais ou menos
No jardim dos haréns os principais
E quando os mais são feitos em torresmos
Não matam os tiranos pedem mais

Suportam toda a dor na calmaria
Da olímpica visão dos samurais
Havia um dono a mais na satrapia
Mas foi lançado à cova dos chacais

Em vénias malabares à luz do dia
Lambuzam da saliva os maiorais
E quando os mais são feitos em fatias
Não matam os tiranos pedem mais.

CINCO MINUTOS DE PURO ENCANTO… (OSi)

Algum génio pegou na  música “saturday night fever” dos Bee Gees e encaixou em diversos filmes musicais.


Trechos – com Rita Hayworth, Fred Astaire, Gene Kelly e outros, dançando perfeitamente num ritmo alucinante. 
E a Rita lindíssima, lembrando a sua personagem no filme GILDA de 1946 com Glen Ford faz jus ao slogan da saudosa época – “Nunca houve uma mulher como Gilda”.

Uma montagem incrivel de”Saturday night fever” des Bee Gees !!!!



Deolinda – Parva que sou



“Parva que sou” – Deolinda

Música e letra: Pedro da Silva Martins

Sou da geração sem-remuneração
e nem me incomoda esta condição…
Que parva que eu sou…

Porque isto está mau e vai continuar
já é uma sorte eu poder estagiar
Que parva que eu sou….

e fico a pensar
que mundo tão parvo
onde para ser escravo
é preciso estudar…

Sou da geração casinha-dos-pais
Se já tenho tudo, pra quê querer mais?
Que parva que eu sou…

Filhos, marido, estou sempre a adiar
e ainda me falta o carro pagar
Que parva que eu sou…

e fico a pensar
que mundo tão parvo
onde para ser escravo
é preciso estudar…

Sou da geração vou-queixar-me-pra-quê?
Há alguém bem pior do que eu na TV
Que parva que eu sou…

Sou da geração eu-já-não-posso-mais-Que-esta-situação-dura-há-tempo-de-mais!
e parva eu não sou!!!

e fico a pensar
que mundo tão parvo
onde para ser escravo
é preciso estudar…