Tudo por interesse nacional…


O PS, PSD e CDS gritam, zangam-se… mas temos que dar o braço a torcer;
Estes defendem verdadeiramente o interesse nacional, e para demonstrarem isso, não entram em peixeiradas no que toca a assuntos de grande interesse e relevo para os interesses nacionais… ao contrário de outros traidores que por ai andam…

Tendo a Associação Portuguesa de Bancos admitido que os lucros referentes ao ano de 2009, resumiram-se a uma miséria superior a 5 milhões de euros por dia, e que tiveram uma tributação efectiva, elevadíssima, de 4,3 por cento. O PS, PSD e CDS não entraram na canalhice de exigirem que estes miseráveis lucros fossem tributados a uma taxa de 25 por cento, como certos traidores à pátria exigiam.
Não se entende que, estes traidores do interesse nacional, pretendam que a banca pague uma taxa de IRC como qualquer outra empresa. Sendo que os cerca de 2 429 milhões de euros, que o estado poderia receber em receita fiscal, são muito mais dignos de receber se forem pagos pelos trabalhadores, e é uma medida justa, e no interesse nacional.

Mas estes traidores não entendem quanto interesse tem para o País a realização de transacções, tal como aconteceu com a venda da participação da PT na Vivo à Telefónica; Em que os accionistas alienaram esta empresa, por interesse nacional, e só receberam pouco mais de 6 mil milhões de euros de mais-valias. Estes traidores ainda achavam que as mais-valias bolsistas, que a venda proporcionou, deviam ter sido objecto de pagamento de imposto.
O que esteve mal nesta situação foi a necessidade de terem recorrido a um paraíso fiscal na Holanda, para chegarem a Portugal sem pagarem impostos; Quando o que devia ter acontecido, e em respeito ao interesse nacional que os accionistas demonstraram, era terem-lhes ido levar o dinheiro a casa com um cartão de agradecimento.

Não contentes com estas posições, estes traidores, ainda defendem que as operações das chamadas SGPS, bem como dos privilégios dos gestores de grandes empresas, deviam ser objecto de tributação das mais-valias; Isto são ideias de loucos, agora só falta dizerem que as SGPS deviam pagar imposto sobre os imóveis que possuem… estes traidores do interesse nacional.

Se o estado precisa de mais receita, aumentem os impostos sobre os imóveis dos particulares.

Estes traidores nacionais já me enjoam, e ainda defendem a criação de um novo imposto, que taxe em 0,1 por cento todas as operações bolsistas e em 20 por cento as transferências financeiras para os paraísos fiscais, assim como, uma tributação extraordinária dos patrimónios mais elevados; Isto é um roubo…

Estes traidores deviam ser presos, pois querem por em causa o Interesse Nacional, e com isso não se brinca.

Sr. Prof. Cavaco Silva, digníssimo Presidente da República, no seguimento do interesse nacional que tem demonstrado, através do seu apoio às politicas que têm sido aplicadas e apoiadas pelo PS, PSD e CDS, ao longo destes anos todos;

Peço-lhe que tal como tem sido sua conduta, na condecoração de verdadeiros defensores do interesse nacional, podia e devia condecorar o nosso Sócrates, o nosso Passos Coelho e o nosso Paulo Portas, como grandes defensores do interesse nacional.

E não se esqueça convidar para a cerimónia um grande homem, que sempre teve em consideração o interesse nacional, o nosso Mário Soares, homem que muitos sacrifícios fez, na defesa do interesse nacional.

Anúncios