“Escola deixou crianças à fome”

É triste… é triste, muito triste…
Um ministro da educação que vai averiguar, averiguar o que? As ordens que deu aos Directores das Escolas, no inicio do ano escolar, que quem não pagasse, não comia?
Vai averiguar a fome que assola o nosso País e as nossas crianças?
Vai averiguar o porque de diariamente existirem crianças, nas escolas, a desmaiarem por nem terem jantado no dia anterior?
Vai averiguar as crianças que não têm capacidade física para praticar educação física, porque o seu organismo não tem nutrientes para suportar tal esforço?
Vai averiguar as escolas nas quais os professores e funcionários juntam-se, com “pena” dos alunos, para darem-lhes comida?
Vai averiguar as poucas escolas que possuem refeitórios próprios, não concessionados a empresas externas, nas quais os professores e funcionários andam a pedir batatas, verduras, carnes, peixe, fruta, etc… para poderem preparar refeições a fim de matarem a fome?
Vai averiguar e exigir que os culpados da miséria sejam responsabilizados criminalmente, e julgados?
Não… Não, o que ele vai é assobiar e falar palavras coloridas, para depois reunir-se em conselho de ministros com os criminosos que andam a matar as nossas crianças à fome, para protegerem e aumentarem as fortunas de meia-dúzia….
Anúncios